Estabeleça metas e realize-as

<< anterior | Ação 16 | próxima >>

Objetivos grandiosos ou nem tanto podem servir como o “caminho de pedras na lagoa” para uma vida mais feliz, e a maneira como os definimos pode facilitar seu alcance. Veja como.

Por que fazer isso?

Ter objetivos e trabalhar para realizá-los é uma parte importante do processo de ser humano. O caminho para um objetivo nem sempre é suave ou fácil, mas ter objetivos, grandes ou pequenos, é parte do que faz a vida ser boa. Isso traz significado e propósito, nos encaminha na direção que queremos ir e nos torna interessados e envolvidos — tudo isso é importante para nossa felicidade em geral.

Há mais de 2.000 anos, Aristóteles disse: “Um bom começo é meio caminho andado”. No que se refere a objetivos ele estava certo (assim como parece ter acertado em várias outras coisas). Prestar atenção em como estabelecemos nossos objetivos nos dá mais chances de alcançá-los, e chegar lá nos faz sentir bem com nós mesmos e com a vida.

Por onde começar

  1. Decida. Pense em algo que você quer fazer ou uma direção em que queira trabalhar. Não importa o que, desde que seja algo que você deseje fazer – idealmente algo em que você é bastante interessado ou que se sinta entusiasmado. Deve ser algo que você quer fazer simplesmente por fazer e não por esperar alguma outra coisa. Pode ser algo grande ou pequeno – às vezes é mais fácil começar pequeno. E também facilita se for apenas um pouco além de sua capacidade atual – objetivos que forçam um “alongamento” podem ser motivadores!

  2. Escreva. Cuidadosamente. Escrever sobre nossos objetivos aumenta nossas chances de mantermos o foco neles. Escreva como você vai saber que alcançou seus objetivos e quando você gostaria que isso acontecesse. Pergunte a você mesmo como será, e como você vai se sentir quando chegar lá? Como isso se relaciona com a pessoa, ou outra coisa, que você valoriza em sua vida? Descreva seus objetivos especificamente e com datas, por exemplo: “Quero plantar alface, cenouras e ervilhas no jardim até o fim de maio”. Ao invés de “quero fazer jardinagem”. Escreva seus objetivos focando no que quer ao invés do que não quer. Por exemplo: “Quero conseguir usar meu jeans favorito de novo”, ao invés de “não quero mais estar acima do peso”.

  3. Conte a alguém. Contar a alguém sobre nossos objetivos também aumenta a probabilidade de continuarmos focados neles.

  4. Divida seus objetivos em partes. Isso é fundamental especialmente para grandes objetivos. Pense nas pequenas metas como passos para alcançar seu objetivo maior. Às vezes nossos objetivos são um pouco vagos, como “quero ser mais saudável”. Dividir em partes nos ajuda a ser mais específicos. Então uma meta menor seria “correr regularmente”, ou até “ser capaz de correr pelo parque 20 minutos sem parar”. Escreva essas pequenas metas e defina datas. Ter diversas pequenas metas torna tudo mais fácil e já vai trazendo o sentimento de sucesso ao longo do caminho, além de termos mais chances de continuar na direção do objetivo maior.

  5. Planeje o primeiro passo. Um antigo provérbio chinês diz que uma jornada de mil milhas começa com um passo. Mesmo que seu objetivo não seja andar mil milhas, pensar sobre o primeiro passo no caminho te ajudará a começar. Mesmo que você não saiba como iniciar, não há desculpas: seu primeiro passo pode ser “pesquisar como fazer” na internet ou junto a pessoas a quem você pode perguntar ou em um livro sobre o assunto. Depois, pense no próximo passo… e no próximo…

  6. Continue. Trabalhar para atingir nossos objetivos pode ser difícil e frustrante. Então precisamos perseverar. Se um passo não está funcionando, pense em outra coisa que você pode tentar que te fará continuar seguindo em frente, mesmo que só um pouco. Se está tendo dificuldades, pergunte a conhecidos sobre ideias do que você poderia fazer. Elas podem te ajudar a olhar as coisas de uma maneira diferente. Considerar modos diferentes para alcançar o objetivo traz mais chances de termos sucesso. Se estiver verdadeiramente paralisado, dê uma pausa e então leia de novo o que você escreveu sobre seu objetivo quando começou. Se precisar ajustar seu objetivo, tudo bem. Então pense mais um pouco sobre seu próximo pequeno passo…

  7. Celebre. Quando alcançar seus objetivos, aproveite e agradeça aqueles que te ajudaram. Pense sobre o que você gostou e aprendeu ao longo do caminho. Agora, qual o seu próximo objetivo ou projeto?

<< anterior | Ação 16 | próxima >>

Referências
[1] Locke, E.A. (2002) Setting goals for life and happiness. In S.J. Lopez & C.R. Snyder (Eds.)Oxford Handbook of Positive Psychology. NY: Oxford University Press.
[2] Lyubomirsky, S. (2007).The How of Happiness. London: Penguin Books
[3] Miller, .A. & Frisch, M.B. (2009). Creating Your Best Life Yet: The Ultimate List Guide. NY:Sterling
[4] Rasmussen, H,N.,Wrosch, C., & Scheier, M.F., & Carver, C.S. (2006). Self-regulation processes and health: The importance of optimism and goal adjustment. Journal of Personality, 74, 1721-1747